“Análise da conjuntura atual: pulsão de vida e morte” com Flávio Ricardo Vassoler

 

No último domingo (20 de fevereiro), o Instituto Acolher recebeu o professor Flávio Ricardo Vassoler* em um interessante debate sobre a noção de sociopatologia da vida cotidiana. A discussão mostrou as tênues fronteiras que separam a loucura da sanidade ao interpretar o conceito de normalidade como uma noção questionável que pode camuflar a profunda patologia socialmente reproduzida e vivenciada cotidianamente.

No primeiro bloco do debate, o suicídio foi abordado a partir de um prisma sociológico: segundo Émile Durkheim, momentos de fratura social possuem uma correlação com movimentações nas estatísticas de suicídio. Por meio desta abordagem, o professor destacou que a noção de identidade é relacional e indicou que em certos processos a adequação à sociedade e ao princípio de realidade pode significar a fratura de si.

Após o intervalo do café da manhã, tratou-se da genealogia das noções de Eros e Tânatos a partir de uma contextualização histórica. Assim, discutiu-se a maximização do Eros como a proscrição do outro e que essa pode até mesmo tangenciar o princípio de morte.

Depois do almoço do grupo de formação, o professor trouxe reflexões sobre a leitura crítica de Fiódor Dostoiévski  por meio de relações com a fenomenologia do niilismo. No conto “O sonho de um homem ridículo”, por exemplo, o narrador-protagonista está determinado a cometer suicídio, conduzido pela noção de finitude radical do niilismo. Por fim, o professor analisou o texto “Sociopatologia da vida cotidiana” (clique para ler o artigo na íntegra), onde demonstra que o Tânatos levado ao extremo pode até reverter a violência em empatia diante do recrudescimento da pulsão de morte.

Confira algumas fotos do evento na galeria abaixo:

 

 

*Escritor, é mestre e doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, com estágio doutoral junto à Northwestern University, em Chicago. É autor de “Tiro de Misericórdia” (nVersos, 2014) e “O Evangelho segundo Talião” (nVersos, 2013) e organizador de “Dostoiévski e Bergman: O niilismo da modernidade” (Intermeios, 2012). Periodicamente, atualiza o Portal Heráclito, página em que posta fragmentos de seus trabalhos literários e fotonarrativas de suas viagens pelo mundo.

Categorias Artigos, Notas | Tags: | Publicado em março 3, 2016

Redes Sociais: Facebook Twitter Google

Deixe um comentário

close window

Contato & Localização

Horário de Atendimento da Secretaria

De segunda a sexta: das 10h às 16h


Exibir mapa ampliado
Rua Prof. José Cucé, 125
04055-070 - Saúde - São Paulo/SP
Tel: (11)4371-0935 Fax: 4371-0936 - acolher@uol.com.br