Pe. Edênio Valle (membro do ITA) falará no simpósio organizado pelo Papa

 

Os principais dicastérios do Vaticano estão organizando, na Universidade Gregoriana, de Roma, um simpósio de grande peso sobre a questão do abuso sexual por parte de padres e religiosos. Cerca de 20 especialistas do mundo todo farão as exposições e orientarão os workshops. Duzentos  Bispos e Superiores Gerais dos cinco continentes foram convidados a participar. O simpósio será aberto pelo Cardeal Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé e encerrado pelo próprio Papa Bento XVI. Pela manhã serão apresentadas seis exposições. Pe. Edênio falará no dia 8 de fevereiro de 2012  sobre “Religião, sociedade e cultura em diálogo”. Pela tarde haverá workshops práticos voltados para experiências bem sucedidas de defesa e assistência do menor vítima de abuso e/ou em perigo. Leia mais informações abaixo. 

 

A Agência Zenit de Notícias ( ZENIT.org ) noticiou assim a entrevista à imprensa realizada no Vaticano no dia  20 de junho de 2011:

“De 6 a 8 de fevereiro de 2012, a Universidade Pontifícia Gregoriana de Roma realizará um evento sem precedentes, no qual 200 relatores tratarão dos casos de abusos sexuais por parte de clérigos, com o tema “Rumo à cura e à renovação”.

“A questão dos abusos de menores por parte de clérigos teve um importante impacto nas comunidades do mundo inteiro”, explicou o Pe. Francois Xavier Dumortier SJ, Reitor da Universidade Gregoriana, ao apresentar este encontro internacional no dia 18 de junho de 2011.

Os relatores, de diferentes continentes, analisarão os aspectos pastorais, jurídicos e psicológicos dos abusos, no âmbito desse processo no qual Bento XVI comprometeu a Igreja e que, para maio de 2012, levará todas as conferências episcopais a redigirem linhas de ação contra a pedofilia.

“O desejo consiste em dar voz àqueles que se conheceram no próprio país por certa liderança criativa”, esclarece o Pe. Hans Zollner, SJ, vice-reitor acadêmico da Gregoriana, presidente do comitê de planejamento do simpósio.

Entre os acadêmicos e especialistas que participarão da iniciativa, destaca-se o cardeal William Levada, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, a instituição vaticana que julga estes casos; a baronesa Sheila Hollins, professora de Psiquiatria na Universidade São Jorge, de Londres, e membro independente da Câmara dos Lordes, quem acompanhou o cardeal Cormack Murphy O’Connor na visita apostólica ordenada pelo Papa à Igreja na Irlanda.

Outros dos participantes serão Dom Steve Rosetti, professor de Estudos Pastorais em Washington, que no Saint Luke Institute criou um programa de tratamento residencial para o clero e os religiosos dos Estados Unidos, assim como o Pe. Edênio Valle, criador de uma experiência similar em São Paulo (Brasil).

O título do encontro, “Rumo à cura e à renovação”, recorda a carta que Bento XVI enviou aos católicos irlandeses em março de 2010, na qual denuncia os abusos contra os pequenos – definindo-os como “atos pecaminosos e criminais” -, critica a fraca resposta da Igreja e invoca um caminho de “cura, renovação e reparação”.

Educação à distância

O evento servirá, além disso, para apresentar um centro de educação à distância (“E-Center”), no qual durante pelo menos 3 anos confluirão dados, experiências, resultados e programas para lutar contra os abusos sexuais do clero.

“O ‘E-Center’ – explica Dom Klaus Peter Franzl, encarregado das finanças da arquidiocese de Munique, uma das instituições que financiam o projeto – será um site em vários idiomas que oferecerá informação aos líderes da Igreja sobre a luta contra os abusos.”

O centro contará com os recursos recolhidos pela Universidade de Ulm, na Alemanha, através do seu Center for Child and Adolescent Psychiatry and Psychotherapy, coordenado pelos professores Jörg Fegert e Hubert Liebhardt.

“Em segundo lugar – continua explicando Franzl -, trabalharemos muito de perto com as Escolas de Medicina de outras universidades.”

Por último, a Gregoriana oferecerá uma espécie de “controle teológico” dos recursos, à luz das exigências pastorais e culturais da comunidade católica e da sociedade.

Nos próximos meses, a instituição delineará melhor as tarefas do comitê consultivo e selecionará o diretor do nascente “E-Center”.

O projeto é “ambicioso”, conclui Franzl, mas, junto a estas instituições, “procuraremos responder ao problema da pedofilia da maneira mais competente e profissional possível”.

Uma etapa de um processo

De fato, o Pe. Federico Lombardi SJ, diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé e consultor do comitê do simpósio, interveio na coletiva de imprensa para recordar que “o processo de defesa das vítimas, de prevenção e purificação não se leva adiante somente com o exemplo do Papa e com as normas canônicas; o simpósio não é um encontro de três dias de especialistas, mas sim uma etapa a mais no longo processo da Igreja” para enfrentar e acabar com os abusos.

Por parte da Igreja, é preciso “assistir a vítima”, explicou na coletiva de imprensa o “fiscal” da Igreja para as denúncias de abusos sexuais, Dom Charles Scicluna, promotor de justiça da Congregação para a Doutrina da Fé.

Por isso, “é necessário educar a comunidade eclesial, começando pelo clero, de maneira que a contribuição de iniciativas como esta da Gregoriana se convertam em parte integrante da prevenção”.

Da mesma forma, esclareceu, falta uma “educação da base, isto é, das famílias e dos próprios menores de idade, proporcionada e adequada à idade da criança, que ajude a criar um ambiente no qual será mais fácil reconhecer e prevenir este pecado, que é também um delito canônico e um crime no âmbito civil”. (Mariaelena Finessi)”

Categorias Notas | Tags: | Publicado em agosto 5, 2011

Redes Sociais: Facebook Twitter Google

2 Comentários

  1. por Anônimo

    Em 5 agosto, 2011

    parabéns, muito sucesso!!!

  2. por Evandro Marcelo de Castro

    Em 28 outubro, 2012

    Sou psicólogo clínico e tenho trabalhado com material de psicoterapia vocacional com seminaristas e padres e solicito a gentileza de estabelecer um contato com Padre Edênio Valle para partilhar com ele algumas técnicas que utilizo
    Agradeço e aguardo contato

    Evandro Marcelo de Castro
    Rua Vitória 54 – Nova Terra
    CEP 39600-000 – Araçuaí – MG

Deixe um comentário

close window

Contato & Localização

Horário de Atendimento da Secretaria

De segunda a sexta: das 10h às 16h


Exibir mapa ampliado
Rua Prof. José Cucé, 125
04055-070 - Saúde - São Paulo/SP
Tel: (11)4371-0935 Fax: 4371-0936 - acolher@uol.com.br